O Ministério da Saúde anunciou que vai liberar,  a partir de sexta-feira (27),   3,4 milhões de unidades do medicamento cloroquina para os médicos avaliarem  o uso em pacientes graves do novo coronavírus.

Foi elaborado um protocolo que prevê cinco dias de tratamento, sempre dentro do hospital e monitorado por um médico, em razão dos efeitos colaterais do medicamento.

A cloroquina  é utilizada no tratamento de malária, lúpus e artrite.




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *